segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

RPG e suas Varias formas

Peço a todos perdão pelo grande tempo sem nenhuma postagem. Voltei para tirar poeira do balcão e das mesas. Mas para tudo há uma boa, na verdade excelente, diga-se de passagem, explicação. Minha querida Taverneira Tifa, havia me dito que queria fazer o especial de natal da taverna. Avisei ao Musashi disso e me despreocupei quanto a isso, já que ela (ao contrario dele) sempre cumpre o que fala e viajei. Acontece que nem tudo pode seguir como o programado, ela teve um sério problema com seu computador (o qual ainda não está resolvido, então vocês ainda vão ficar um tempo sem a presença feminina dela).

Mas até ai, encobri a semana de natal e ano novo (pois queria deixar o post dela bastante tempo). E depois? Por que diabos demorou mais de duas semanas para eu não me mexer e postar algo?

Uma união cósmica previu que minhas duas primeiras semanas do ano seriam atarefadas ao extremo, e fim de semana eu não paro muito para escrever o que quer que seja.

Então, novamente, peço perdão a vocês, leitores, pelo tempo sem nada aqui. Mas, vamos ao que interessa.



RPG e suas formas.



Você se pergunta quais formas, não é? Ou então quantas formas devem ter. Tentarei falar sobre cada uma.


RPG de Mesa – O Original.


Este é o que sempre temos falado. O RPG que usa um sistema de regras, dados, fichas, mestre. O primeiro RPG realmente RPG. E também considerado por muitos o único, o resto é apenas imitação barata. Opiniões esquecidas. Esse é realmente o primeiro, dele veio o nome RPG e afins.


RPG Virtual – Nem tudo é igual.


Entramos para uma área ampla que também será dividida. Falarei de RPG de MSN/ICQ/Programas de Chat ; RPG de Fórum; RPG por Programas para isso.


RPG de MSN/ICQ/etc. – A Zona.


Sábado, oito da noite, tédio. Nessas condições muitas pessoas reúnem um grupo seleto de amigos em uma janela/chat de algum programa de bate-papo e fala “Vamos jogar RPG?” e tem-se inicio ao jogo. RPG nesse estilo é sem regra e, em alguns casos, sem narrador. A bagunça está nesses pequenos fatos, sem narrador principalmente. O narrador tem o papel de guiar a história e o jogo. Se ninguém guia a coisa, o jogo vira uma bagunça enorme, com gente fazendo o que quer, a hora que quer, o que geralmente leva a muitas discussões.

Sem regras gera bagunça também, pois por mais que você seja evoluído e use ficha, sua ficha não contém qualquer número. A interpretação de sua ação fica pela própria ação em si. Não há como julgar se um é melhor que outro. O narrador neste jogo é realmente Deus. Ele manda na historia e decide se seu golpe acertou, se sua magia foi bem feita e afins.

Porém ainda é um forma de RPG extremamente válida, pois o que vale é a interpretação. Sem preocupação com números, dados e resultados. Você simplesmente interpreta e ponto. O narrador pode usar a interpretação como base para saber se houve acerto ou não.


RPG de Fórum – O meio termo.


RPG de fórum, odiado por uns, adorado por outros. RPG de fórum é sem duvida uma ótima ferramenta, já que não é necessário marcar uma hora para todos estarem online ou para todos irem à sessão. É só entrar no fórum e postar. Porém, é uma forma que necessita de um controle absurdo por conta do narrador. Pois muitos jogadores quando escrevem seus posts acabam se empolgando e colocando neles as reações de suas ações. Coisas que devem ser narradas pelo, como o nome diz, narrador. Além de que a demora de um jogador para postar pode acarretar em duas coisas:

- Alguns jogadores fazerem MUITA coisa, o que deixa muito bagunçado a coisa.

- O RPG parar durante muito tempo no ponto, esperando a aparição do ser.

Ao contrario do RPG de programa de chat, é mais comum neste utilizar um sistema de regras, para facilitar o jogo e para impedir que muitos usuários façam a reação do jogo eles mesmos.

Como num RPG de mesa, um número médio de 6 participantes é o ideal. Muito a mais atrapalha muito mais a rotina do jogo que o no de mesa.


RPG em Programas para isso – Da mesa pro computador.


Após alguns anos da generalização da internet surgiram muitos programas para se jogar RPG por ela. Os mais antigos e que muita gente pode não conhecer são: RRPG e RiPG.os quais eram conectáveis através de IP. Hoje em dia o mais famoso é o iRPG, que é uma evolução do antigo RPG 2ic. A evolução tornou o iRPG um lugar onde você abre uma sala e espera os jogadores entrarem. Há lugar para as fichas, é dispnibilizado dados para serem jogados. Modo narrador onde você pode colocar como se fosse realmente um NPC quem está falando e outros recursos. Tudo isso deixa a coisa toda EXTREMAMENTE mais fiel a um RPG de mesa que qualquer outra coisa. Porém ainda há aquela emoção e diversão de estar presente e não atrás de uma tela de computador que o de mesa tem como vantagem. Além de que o de mesa é muito mais interativo e rápido que através desses programas. E a interpretação sempre deixa a desejar nesses RPGs.


MMORPG e Games de RPG – É ou não é?


Aviso: Esta parte está carregada de opinião pessoal, se não quer ler pule até o próximo titulo. Você foi avisado.

Digam os defensores o que quiserem. MMORPG e games de RPG NÃO SÃO e NUNCA SERÃO RPG. Dito varias vezes durante a vida da taverna RPG é um jogo de interpretação. O NOME é Jogo de Interpretação de Papel. Nesses jogos o que você interpreta? Os defensores podem citar “Neverwinter Nights” o qual você tinha um padrão para jogo variável. Porém, contudo, todavia, ainda era limitado pelo jogo. E interpretação de um papel nunca será limitada. MMORPG nem falarei nada, você nem sequer chega a pensar em interpretação. Por mais que utilizem o nome RPG para seu gênero, esses jogos podem ser considerados jogos de AVENTURA.


Card Game – Esse nunca foi.


Ainda quero descobrir quem falou um dia que Card Game é um jogo de RPG. Pois pior que os jogos eletrônicos esse aqui você nem sequer finge nada. Você simplesmente joga, como se fosse um baralho comum. Onde a pessoa quis falar que isso era um jogo de RPG não dá para saber. Card Game não é, nem nunca foi, uma vertente do RPG, ponto final.



_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-



Reclamem a vontade que eu sumo e quando volto escrevo algo pequeno. Mas é porque desse tema não tinha muito que falar, mas tava pensando nele a muito tempo. Então vai ser pouco mesmo.

t.dragaoazul@gmail.com

Apenas relembrando o e-mail da taverna. E para você que gosta, faça propaganda. Nós agradecemos.


E NO FINAL, mas não menos importante. PALMAS PARA ELA. NOSSA QUERIDA E LINDA TAVERNEIRA \o/. Que faz aniversario hoje. E como é feio dizer idade de mulher ficarei quieto quanto a esse detalhe. Dia 12, festa de nossa querida taverneira. MUITAS RODADAS POR CONTA DELA\o\ /o/.

Hora de trabalhar. Vida longa ao Dragão.

2 comentários:

Tifa Valentine disse...

Aos queridos frequentadores desta maravilhosa e azul Taverna, peço desculpas.
A morte do meu computador não deveria ter me impedido de partilhar com vocês mais algumas horas...
Mas acontece e eu não ficarei chorando a tequila derramada... XD

Consciência querida... O aniversário é meu, logo, EU deveria ganhar bebidas de graça e não pagá-las... u.u

Bebam, bebam! A tequila, ooops erro meu... O Hidromel é por minha conta! ^^~

João Pedro disse...

Adorei o post dos formatos de RPG(;D), mas discordo sobre o RPG de MSN ¬¬, eu adoro RPG de msn e quando jogo não é aquela balburdia ali não ¬¬, por isso em vez de chamar de "RPG de msn" eu chamo de "RPG de Bom Senso", pois usamos o bom senso em vez de dados(claro que se a pessoa não tiver ai nunca vai prestar), as vezes ocorrem confusões e tudo mais, mas quando isso acontece e é irremediavel é so começa uma outras historia...

simples =D

Por isso que gosto de RPG de bom senso, porque não tem nenhuma "burocracia"(quando joguei D&D por exemplo, demorei 2 horas pra fazer a ficha). E alem disso... achei esse blog procurando "msn+rpg" no google ;D

Quem quiser jogar comigo no msn é so add: j_pedro_pedro@hotmail.com